Notícias

12/11/2021 21:25:33

OFICIAIS DE JUSTIÇA INTEGRAM MAIS UMA SEMANA DE LUTA CONTRA A REFORMA ADMINISTRATIVA EM BRASÍLIA

Oficiais de Justiça integraram mais uma semana de luta contra a Reforma Administrativa em Brasília. 

Desde terça-feira (09), servidores e servidoras ocuparam espaços no Distrito Federal em constante vigília e manifestação contra os projetos do governo que visam o fim do funcionalismo e o desrespeito com a população.

A semana foi marcada por manifestações performáticas em frente a Procuradoria Geral da República (PGR) na quarta-feira (10) e em frente ao Anexo II da Câmara dos Deputados nesta quinta (11).

Na PGR, os servidores cobraram urgência de Augusto Aras no andamento do relatório da CPI da Covid que evidencia descaso e irresponsabilidade do atual Governo Federal com a pandemia que já matou mais de 610 mil brasileiros e brasileiras.

Os manifestantes realizaram, ainda, uma roda de quadrilha junina no Anexo II em alusão à compra de votos, manobra usada para aprovação da PEC dos Precatórios (PEC 23) e da Reforma Administrativa (PEC 32) na comissão especial. 

A Fenassojaf e dirigentes de associações regionais integraram as caravanas que integraram as ações em Brasília. Segundo a vice-diretora financeira Kelma Lara Costa Rabelo Lima, que esteve nas atividades da semana, a aprovação da PEC dos Precatórios representa um “termômetro” para a atuação frente à PEC 32. “É possível perceber que o governo tem tentado obter votos para a aprovação da Reforma. Por isso, é fundamental que mais colegas estejam em Brasília e participem das atividades de mobilização”, afirma.

A coordenadora da Fenajufe e presidente da Assojaf-MT, Juscileide Rondon, também voltou à Capital Federal ao longo dos últimos três dias. Para ela, é fundamental que a categoria intensifique sua capacidade de resistência e reforce os atos e corpo a corpo com os parlamentares para a derrubada da Reforma Administrativa. 

“Foi uma semana em que os servidores mostraram sua irreverência e capacidade de resistência aos ataques do Governo e sabemos que é preciso reforçar esse processo de resistência”, finalizou.

A Assojaf-15 segue integrada na luta contra matérias que atingem os servidores e visam o desmonte da Administração Pública. #NÃOÀPEC32! #NÃOÀPEC23!

Fonte: Fenassojaf